Notícias

gestão

5 passos para quem precisa se reinventar em 2014

Sua empresa quebrou? 2013 não foi bom? Deseja voos mais altos? Saiba o que fazer para atingir o sucesso neste ano

14.01.2014|Por
borboleta; mudança; falência; recuperação (Foto: ThinkStock)

O começo do ano traz um novo fôlego às pessoas. Carlos Drummond de Andrade foi muito feliz ao dizer que, em todo primeiro dia do ano, "entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente". Para alguns, esse milagre pode ser o recomeço após um fracasso; para outros, é a chance de ter um 2014 melhor ainda.

O empreendedor americano Kevin Daum, colunista da revista Inc., já passou por isso. Após criar a Stratford Financial Services, uma bem-sucedida empresa de consultoria financeira, a crise econômica de 2008 destruiu o seu negócio. Daum teve de se reinventar e criou a TAE International, voltada à melhora das vendas de pequenas empresas.

Daum listou cinco passos para pessoas que precisam se reinventar em 2014, seja para começar do zero ou alçar voos mais altos. Confira:

1) Foque no que possa trazer dinheiro – Apesar de a paixão ser essencial para o desenvolvimento de uma empresa, o dinheiro é um instrumento primordial para o início das operações ou garantir um crescimento sustentável. Daum conta que começou a empreender por paixão, mas reconhece que, a princípio, o sucesso veio por acidente. Segundo ele, ainda no começo de sua vida como dono de empresa, ele percebeu que precisava ganhar dinheiro e foi isso que fez a Stratford crescer até 2008. Para Daum, há montes de boas ideias, mas só as rentáveis conseguem o sucesso – o resto é um desperdício de tempo e recursos.

2) Use o que você sabe – Reinventar-se não significa mudar totalmente de área de atuação. Não adianta um contador que nem tem um smartphone investir no desenvolvimento de aplicativos, por exemplo – por mais que a tecnologia seja uma área quente, um contador não tem condições de desbravar o labirinto que é programar uma plataforma. Daum relembra que mudou de área, mas escolheu as vendas, um campo que dominava. Foi explorar o conhecimento previamente adquirido que o salvou do buraco da crise financeira.

3) Se você faliu, deixe todo mundo saber disso – No Brasil, falhar é simplesmente um fracasso. Isto está certo, mas os empreendedores daqui normalmente não veem que a falência pode trazer benefícios. O principal é aprender com os erros e fazer o possível para não cometê-los daqui para frente. Além disso, é importante mostrar a todos que você quebrou – seus amigos e parceiros comerciais podem ser as pessoas que vão te reerguer.

4) Conheça pessoas que conhecem pessoas – Se o networking é importante em empresas saudáveis, conhecer gente nova é primordial para quem quer se reinventar. Pessoas novas são clientes novos e contatos que podem trazer ideias para a sua empresa. Daum recomenda que o empreendedor foque em pessoas que conheçam pessoas – contatos que podem te apresentar a mais pessoas interessantes. Se você perceber que alguém é "popular" desse jeito, não hesite: vá falar com ele.

5) Faça acontecer – Apesar de ter quebrado em 2008, aquele foi um dos anos mais importantes da vida de Daum. Ele diz que, na época, estava bastante acomodado – não aprendia, não se atualizava, não buscava oportunidades novas. Mas quando a empresa faliu, não tinha jeito: era perder o tempo perdido ou morar na rua. Daum aproveitou o mau momento para correr atrás de oporunidades, fazer perguntas, conhecer gente nova e encontrar oportunidades de negócios. Além disso, ele colocou em prática os quatro passos anteriores dessa lista. E o sucesso bateu à porta dele novamente.

especiais